9 MV’s de Kpop que tocam na temática LGBTQ+

Junho é o mês do Orgulho LGBTQ+, uma época de celebração da identidade queer em todo o mundo e praticar o amor por si mesmo e pelos outros dentro da comunidade. Por outro lado, o mês do orgulho também é uma época para refletir sobre as dificulcades e o sofrimento da população LGBTQ+ em todo mundo, sobretudo em lugares onde temas como homossexualidade e transexualidade ainda são vistos como tabus ou de forma extremamente negativa.

A Coreia do Sul é um país que ainda se habitua à grande abertura diante do mundo globalizado, causada pela explosão do kpop a nível mundial. Muitas pessoas no país, por exemplo, ainda enxergam a homossexualidade como algo a ser combatido, muitas vezes vista como influência do mundo ocidental. Mas essa é uma realidade cultural que vem sendo mudada nos tempos recentes. E é a partir dessa abertura que muitos artistas coreanos expressam e expõem, através de sua arte, a realidade de pessoas LGBTQ+: seja nas temáticas de seus MV’s, seja nas letras de suas músicas ou até mesmo dando apoio público e incondicional a toda a comunidade.

Pensando nisso, a KoreaIN separou 9 MV’s coreanos que retratam de alguma forma a realidade LGBTQ+ em seu conteúdo.

1. Holland – Neverland

Ser um cantor abertamente gay no kpop não parece ser uma tarefa das mais simples, e se existe alguém na Coreia que sabe muito bem o que é isso, essa pessoa é Holland. Felizmente, o jovem vem ganhando bastante atenção, sobretudo de fãs internacionais, com seus MV’s e letras que tratam da libertação pessoal e de romances LGBTQ+. Este é o caso de Neverland, onde um casal de garotos (um deles interpretado pelo próprio Holland) aproveitam o próprio paraíso pessoal com muito amor, claro.

2. Chuu – Heart Attack

Ainda no seu projeto pre debut o Loona já demonstrava seu apoio a diversidade, o que hoje é bastante presente em seu conceito. O MV solo da integrante Chuu mostra ela tendo um crush fortíssimo na companheira de grupo Yves. O amor faz com que Chuu corra atrás de Yves por todos os lados, tirando fotos dela e oferecendo seus sinceros sentimentos para a garota que ama.

3. Mad Clown – Love Is a Dog From Hell

A parceria entre o rapper Mad Clown e a cantora Suran resultou neste lindo videoclipe que trata dos relacionamentos e a questão transgênero. O MV mostra o romance entre uma mulher trans e sua esposa. Uma curiosidade interessante é que a pessoa trans do MV é interpretada pelo irmão de Mad Clown, Jo Hyun Chul.

4. Tenny – 159cm

O MV de 159cm é do tipo que te deixa com um nó na garganta. Na história, duas jovens passam por situações de descoberta de suas sexualidades. Mas assim como toda pessoa LGBTQ+ elas enfrentam o julgamento social, que no MV é representado pela religião e pelas forças militares.
As analogias desse videoclipe são bastante diretas, principalmente em seus momentos finais. (Spoiler) Uma das garotas usa uma arma para se livrar das agressões que ela e sua companheira sofriam. Juntas elas fogem para o mar e lá o MV nos mostra como essa mesma história poderia ter vários finais.
O MV nos sugere um suicídio, quando filma os sapatos das garotas sozinho em frente ao mar (uma forte referência asiática ao suicídio). Mas antes que você possa tirar certezas de suas conclusões, as garotas aparecem sorrindo, levam os sapatos e vemos um take da arma sendo levada pelo mar. E temos aquela boa esperança de que o amor sempre vencerá.

5. Jenyer – Illusion

A solista Jenyer, ex integrante do girlgroup 4Minute, traz no MV de Illusion todo o processo de transformação, montagem e desmontagem do figurino de uma drag queen, num vídeo sensual e emocionante. O vídeo conta com a participação de drags bastante populares na cultura Queer coreana, como é o caso de Nana Kim, que já participou de outros MVs, como o do solista Holland e ensaios fotográficos para grandes revistas.

6. Jaurim – 있지

O MV da banda de rock Jaurim traz um casal de mulheres viajando e se divertindo no melhor estilo mochileiro. As duas viajam sem destino num pequeno carro, enquanto aproveitam a companhia uma da outra e criam seus próprios meios pra se divertir sem precisar de muito pra isso.
O MV pode ser interpretado como uma analogia a vida de uma pessoa que está descobrindo sua sexualidade, onde você pode ter várias sensações e passar por momentos de felicidade, euforia, raiva e até tristeza.

7. K. Will – Please Don’t

K.Will, um dos solistas mais respeitados da Coreia do Sul, deixou muita gente de queixo caído ao lançar ainda em 2012 um MV que chamaria atenção de todos pelo mundo. Uma história que parecia mostrar mais um caso comum em que um homem se apaixona pela noiva do melhor amigo, nos surpreende quando na verdade revela-se que tudo não passava de um amor homossexual não correspondido.

8.Sistar, Giorgio Moroder – One More Day

Em 2016 o Sistar lançava uma parceria com um dos mais respeitados nomes da música eletrônica mundial: Giorgio Moroder. O clipe que firmaria a parceria poderia ter vindo das mais variadas formas, mas para a surpresa de muita gente ele veio em forma de uma história de amor homossexual. No MV, uma dupla de amigas que costuma se divertir e beber juntas acaba se apaixonando e se tornando um casal, ao mesmo tempo que precisam lidar com o namorado problemático e agressivo de uma delas.

9. Brown Eyed Girls – Abracadabra

Por fim, mas não menos importante, o MV da clássica Abracadabra, do Brown Eyed Girls também revela uma temática LGBTQ+. O clipe traz a história de um triângulo amoroso entre duas mulheres e um homem, sendo este último assassinado por uma delas, para que o casal lésbico pudesse finalmente ficar junto.

Menção Honrosa!

Há bons anos o kpop vem produzindo conteúdo de qualidade que, de alguma forma, retratam a realidade LGBTQ+ para o público.
Além dos MVs apresentados, selecionamos algumas outras músicas e videoclipes que abordam a comunidade LGBTQ+.

Song Ji Eun – Don’t Look At Me Like That
Monsta X – All In
ANDA – Touch
JoKwon – Animal
Turbo feat. Harisu – History
GLAM – Party XXO
Baek Ji Young – I won’t love
Park Jungmin – Not Alone
SNSD – Love & Girls
Cheetah – My Number
NELL – The Day Before

E você, conhecem algum MV que ficou fora da lista? Comenta pra gente! E lembrem-se, independente do seu gosto para MV’s, sempre vai existir um lugar onde você será recebido de braços abertos.
Feliz mês do Orgulho e até o próximo post!

Por Jô Mesquita
Não retirar sem os devidos créditos.