Desabamento em boate na Coreia do Sul deixa mortos e feridos; Brasileiros ajudam no resgate

Yonhap via REUTERS

Um acidente numa boate na madrugada desse sábado (27) deixou dois mortos e dezesseis feridos. O mezanino da boate Coyote Ugly desabou por volta das 2h30 da madrugada (horário local), a causa teria sido a lotação além da capacidade do setor. As autoridades abriram investigação para apontar os motivos.

A cidade de Gwangju está sediando até o dia 28 deste mês o Mundial de Esportes Aquáticos de 2019 e, no momento do acidente, a boate estava com muitos clientes estrangeiros. Dos 16 feridos, 10 eram estrangeiros, sendo 8 atletas; os mortos eram coreanos e não tiveram suas identidades reveladas, o que se sabe é apenas que tinham 27 e 38 anos e que chegaram a ser socorridas e levadas ao hospital, mas não resistiram.

A jogadora norte-americana de pólo aquático, Kaleigh Gilchrist, foi a única das atletas feridas que precisou passar por uma pequena cirurgia devido à um corte profundo na perna esquerda. Os outros apenas tiveram ferimentos leves e foram liberados.

Foto: Shin Dae-hee/Newsis via AP

Segundo o relato de testemunhas dados ao jornal Yonhap, haviam cerca de 370 pessoas na boate, das quais 100 pessoas estavam no mezanino, no momento do colapso. O chefe dos bombeiros de Gwangju Seobu, Kim Youngdon, disse que o espaço do segundo piso era pequeno demais para tantas pessoas.

A polícia informou que abriu processos por homicídio contra o dono do estabelecimento e irão verificar se a construção do segundo andar era regular. Traremos mais informações quando houverem atualizações sobre o caso.

Por: Greyce Oliveira
Não reproduzir sem os devidos créditos
Fonte: Yonhap, G1