Relatórios revelam que Coreia do Norte usou hackers para roubar U$2 bilhões

Imagem por Mundo dos Hackers

Foi revelado que a Coreia do Norte usou hackers para roubar cerca de 2 bilhões de dólares de bancos e transferências de bitcoins ao redor do mundo. A agência de notícias Reuters teve acesso a relatórios confidenciais da ONU que revelavam e descreviam os sofisticados ciberataques. 

A notícia vem dias após Pyongyang voltar a testar armas nucleares e mísseis. Segundo especialistas independentes, o país continuou a trabalhar em sua artilharia, mesmo durante as conversas de paz com a Coreia do Sul e Estados Unidos.

A missão norte coreana para a ONU se recusou a responder às notícias sobre os ciberataques, mas Kim Jeong Un se pronunciou  oficialmente sobre os testes de armas realizados na última semana. O presidente afirmou que os mísseis que cruzaram Pyongyang e aterrissaram em uma ilha próxima; são um aviso para Trump e Moon Jae In, que têm mantido os treinamentos militares conjuntos em solo coreano.

O governo sul coreano se pronunciou através do Ministério de Reunificação, dizendo que as ações  norte-coreanas têm minado os esforços para paz e pediu para que Kim Jeong Un respeite o acordo assinado pelas duas Coreias no ano passado.


Por: Jeiciane Torres
Fonte: Reuters e Business Inside
Não retirar sem os devidos créditos.