Sentindo-se em casa no Rio, KARD garante: “Voltaremos!”

Pela terceira vez em turnê pelo Brasil, o KARDse apresentou nesta quinta (10) no Vivo Rio, uma das maiores casas do Rio de Janeiro. Com um público ansioso, que gritava pelo quarteto minutos antes do show, o grupo subiu no palco já começando com um de seus recentes sucessos, Bomb Bomb. Fazendo os fãs gritarem ainda mais alto e cantassem junto, seguiram com a apresentação com Don’t Recall.

Parando pela primeira vez para encarar a platéia, os integrantes pareciam emocionados em ver a casa bem cheia, perguntando: “Vocês esperaram pela gente?”, respondidos aos gritos em confirmação.

Oh Na Na foi a terceira faixa da noite, com um público que cantou do início ao fim. Quebrando um pouco a vibe mais animada, You in Me trouxe mais peso a apresentação, que foi seguida de Rumor, onde BM parecia muito animado e Jiwoo como uma verdadeira força da natureza.

Apoie o trabalho da KoreaIN! Seja nosso patrocinador.
Acesse www.padrim.com/revistakoreain!

Enquanto os meninos trocavam de roupa para sua apresentação em unit, Somin perguntou ao público se não havia sido difícil decorar as músicas, onde gritos de negação ecoavam em resposta. 

Jiwoo comentou que sempre que eles vem ao Brasil, tem alguns pratos que sempre comem e que o café da manhã daquele dia havia sido recheado de pão de queijo, pronunciando o nome do prato de forma fofa. As meninas também comentaram que iriam levar um estoque de balas Fini para Coréia. (Alô, Fini! Patrocina o KARD!)

BM entrou em palco animadamente, logo depois das meninas saírem, com uma música composta por ele mesmo. Enquanto pulava e pedia as palmas da platéia, encarava a todos, desde as pessoas nas arquibancadas à quem estava ali em sua frente na pista, respondido aos gritos de “Gostoso!”. 

“Para a próxima música, preciso de um amigo!” e assim, chamou J.Seph em seguida, para a apresentação de uma segunda música, também de sua autoria. Ambas raps de batidas distintas que dão vontade de dançar e cantar mesmo que você não as conheça. O fim da apresentação da unit foi marcada pela dupla fazendo uma sarrada no ar.

A unit das meninas apresentou um cover de If I Can’t Have You, de Shawn Mendes, onde as duas dominaram todo o local, embora estivessem sentadas cantando com pedestais. Para que o grupo trocasse de roupa, foi exibido um vídeo no telão, onde eles falaram sobre sua gratidão e sentimentos aos fãs.

Com figurinos mais escuros, o quarteto apresentou também Knockin’ On My Heaven’s Door e Moonlight, músicas do mini album Ride On The Wind. Enquanto BM gritava “Let’s go, Rio!”, o público seguia vibrando e os acompanhando, dando a impressão de que se fosse com o KARD, iriam a qualquer lugar, não importando aonde.

Após uma parada para um pequeno bate papo, eles apresentaram o cover de Thank you, next, de Ariana Grande, com J.Seph e BM cantando suas partes em forma de rap, deixando a música um pouco mais a cara do grupo. 

A canção antecipou o momento mais esperado da noite: o cover de Pesadão, música de Iza e Falcão, cantada totalmente em português, em uma pronúncia praticamente perfeita. A euforia do público foi tanta, que, no refrão, dava pra ouvir mais a plateia do que os membros em palco. O momento de euforia só se aflorou com a apresentação da canção Taki Taki, que contou com uma coreografia perfeita e sincronizada.

Perguntando se o público havia se divertido com eles, Jiwoo mostrou sua bota com a sola descolada. Correndo para a coxia para consertar, os membros continuaram conversando com a plateia. Voltando para perto de seus companheiros, com o problema aparentemente resolvido, J.Seph explicou que Jiwoo passou uma fita preta no sapato para continuar a apresentação. Gambiarra com muito profissionalismo feita com sucesso.

Misturando coreano e espanhol, Dímelo apareceu na setlist, mas o público parecia mais interessado na coreografia sexy do que em cantar a letra. Anunciando o fim do show, BM resolveu testar a plateia perguntando qual havia sido a música de debut do grupo, sendo respondido com “Oh Na Na”, enquanto a resposta certa era Hola Hola, que foi performada logo em seguida, com todos pulando energicamente. Acontece que, todos as músicas lançadas antes de “Hola Hola” fizeram parte do projeto de pré-debut do KARD.

Antes do show acabar realmente, os membros disseram palavras de despedidas ao público. J.Seph disse que embora estivesse cansado por causa de um dia ocupado, se divertiu tanto com todos que até se esqueceu de seu cansaço. “Estamos longe de casa, mas a energia que vocês nos passam é incrível, então eu me sinto em casa.”

Jiwoo continuou: “Muito obrigada por terem esperado e curtido conosco. Pretendemos fazer um show na próxima vez em uma casa maior, com mais tempo. O dia foi muito significativo pra gente.”

E Somin completou: “Fui muito feliz de voltar ao Rio e estar junto de vocês novamente. Mas sempre sinto falta de me expressar melhor pra vocês. Muito obrigada pelas mensagens de apoio que vocês nos mandam mesmo de longe.”

Perguntando quem veio no último show e quem irá ao próximo, BM terminou: “Sinto que estão realmente nos dando muito apoio e amor, principalmente aqui no Brasil. E eu acho que isso é a base para crescermos ainda mais.”, finalizando com um “Muito obrigado!” em português.

Ensinando como cantar o refrão de Dumb Litty, mais recente lançamento do grupo, os membros transformaram o Vivo Rio em uma verdadeira boate. Todos pulavam em um mesmo ritmo enquanto os integrantes brilhavam em uma das performances mais incríveis da noite. 

Deixando o palco, os fãs se despediram com um sonoro “Kard, eu te amo!”, sendo respondidos da forma mais recíproca que poderíamos ter: “Rio, eu te amo!” e a promessa de que voltarão no ano que vem. E bem, quem acompanha o Kard sabe que já pode se preparar para dançar com eles novamente no próximo ano, sim! Até lá, o que fica é a saudade que BM, Somin, Jiwoo e J.Seph sempre deixam por aqui.

Apoie o trabalho da KoreaIN! Seja nosso patrocinador.
Acesse www.padrim.com/revistakoreain!

Por Sarah Azevedo
Fotos por Paula Bastos Araripe
Não retirar sem os devidos créditos.