Daisy (Momoland) revela supostas manipulações no reality “Finding Momoland”

Surgiu esta semana uma nova polêmica envolvendo o Momoland e os programas de reality da Mnet. As acusações vem após o grande escândalo sobre as manipulações de votos dos realitys shows Produces, do mesmo canal.



Daisy, que já estava em hiatus do Momoland desde o início do ano passado, veio a público e resolveu “colocar as cartas sobre a mesa”. No dia 7 de Janeiro a integrante, junto de sua mãe, revelou para o programa “News9“, da KBS, que houve manipulação no programa Finding Momoland, que deu origem ao grupo. Segundo ela, as integrantes haviam pagado para entrar na line up final, decidida antes mesmo do último episódio.
A MLD Entertainment negou as acusações sobre manipulação do reality, mas confirmaram que as integrantes do girlgroup assinaram contrato confirmando que arcariam com parte dos custos de produção do programa, sendo que cada responsável legal também havia concordado.
A Mnet por sua vez, declarou não ter qualquer envolvimento com o caso e a produção do reality show. Segundo eles, o canal foi terceirizado apenas para a transmissão do “Finding Momoland“.



Em março de 2019 a agência do MOMOLAND lançou uma nota sobre o hiatus de Daisy e Taeha, alegando “problemas de saúde e questões pessoais”. Meses após, Taeha e Yeonwoo deixaram o girlgroup, mas o contrato de Daisy continuou em discussão.

No episódio do “News9“, Daisy conta que ainda que pedisse para voltar a ativa, a agência negava que ela poderia promover. Ela disse “Por mais que eu continuasse dizendo a eles que eu estava bem para promover, eles continuavam me dizendo ‘Não. Nós achamos que é melhor você descansar'”.
Após Daisy solicitar o encerramento do contrato, a MLD alegou que ela deveria pagar 1.1 Bilhões de Won (cerca de 943 mil dólares) como taxa de penalidade por quebra de contrato.



No dia 8 de Janeiro, após essa revelação, a empresa do Momoland, a MLD Entertainment, se posicionou, alegando que Daisy e sua mãe estavam fazendo falso testemunho.
Segundo a empresa, a mãe de Daisy pediu a saída da filha, mas devido ao comeback próximo, pediram que ela tivesse um hiatus. Nos meses seguintes, a mãe de Daisy teria enviado à empresa diversos documentos solicitando o encerramento do contrato da garota. A MLD teria então aceitado o encerramento do contrato sem cobrar nenhuma penalidade.
Entretanto, a empresa diz que logo após a responsável de Daisy teria voltado atrás e pedido compensação por cobranças indevidas. “Depois disso, não tivemos outra opção a não ser enviar um documento legal, negando o pedido original de cancelamento do contrato de Daisy e explicando a necessidade de pagamento das taxas de quebra de contrato.“, declarou a agência.

A MDL Entertainment declarou que tomará ações legais contra as declarações de Daisy e sua mãe, assim como solicitou uma retratação da “KBS” por levar ao ar um conteúdo em que apenas uma das partes envolvidas pode se posicionar.


O grupo segue com 6 integrantes e teve seu comeback no dia 30 de dezembro de 2019. Elas lançaram o single “Thumbs Up”, após a saída de Yeonwoo, Taeha, que estava em hiatos desde o começo do ano passado por problemas de saúde.

Imagem teaser de “Thumbs Up”.
Taeha e Yeonwoo, ex-integrantes do grupo Momoland

Confira o MV de “Thumbs Up”


Por Larissa Ariel
Não retirar sem os devidos créditos
Fonte: Naver, Allkpop, Soompi

Últimas notícias